Categoria: Emagrecimento

Chá de Gengibre para Emagrecer

Chá de Gengibre para Emagrecer

O chá de gengibre é um ótimo aliado do emagrecimento porque ele é um potente diurético e é considerado um alimento termogênico, aumentando o metabolismo e fazendo o corpo gastar mais energia. Mas além de ajudar a emagrecer, o gengibre também ajuda na digestão e atua contra a azia e os gazes intestinais.

Tomar diariamente o chá de gengibre ajuda a emagrecer até 2 kg por semana, desde que aliado a uma dieta saudável e à prática diária de exercícios físicos.

Receita do chá de gengibre
Chá de Gengibre para Emagrecer
O chá de gengibre deve ser feito na proporção: 2 cm de gengibre fresco ou 1 colher de chá de gengibre em pó para cada 1 litro de água.

Modo de preparo: Coloque os ingredientes numa panela e deixe ferver por cerca de 8 a 10 minutos. Desligue o fogo, tape a panela e espere amornar para coar e beber.

Como consumir: É aconselhado tomar o chá de gengibre 3 vezes por dia. Variações do chá de gengibre podem ser feitas adicionando limão, canela ou noz-moscada, e raspas de gengibre também podem ser adicionadas em sucos e saladas.

Leia também: chá de gengibre emagrece

Para aumentar o efeito emagrecedor do gengibre, é importante seguir uma dieta com pouca gordura e açúcar, e praticar exercícios físicos regularmente. Veja 3 passos para diminuir o consumo de açúcar.

Gengibre com Canela
Tomar o chá de gengibre adicionado de canela é uma forma de potencializar ainda mais os efeitos emagrecedores dessa bebida, pois a canela também atua como um termogênico e estimula a queima de gordura.

Para extrair o máximo de benefícios, a canela deve ser adicionada na água juntamente com o gengibre, levando os dois para o fogo e deixando a água ferver por cerca de 5-10 minutos. Veja outras formas de adicionar a canela na dieta para emagrecer.

Chá de Gengibre para Emagrecer
Gengibre com Açafrão
O açafrão é conhecido como um dos mais poderosos anti-inflamatórios e antioxidantes, trazendo benefícios para a saúde como melhora do sistema imunológico, da produção hormonal e da circulação.

Os juntar o gengibre com o açafrão, que também é conhecido como cúrcuma, obtém-se uma bebida poderosa para a saúde. O chá deve ser feito da seguinte forma: adicionar 1 um pedaço de de gengibre em 500 ml de água e levar para ferver. Ao levantar fervura, desligar o fogo e adicionar 2 colheres de chá de cúrcuma, abafando o recipiente e deixando a bebida descansar por 10 minutos antes de beber. Veja outras formas de usar a cúrcuma.

Receita de Suco de Gengibre com Abacaxi
O suco de gengibre com abacaxi é uma ótima opção para dias quentes e para auxiliar na digestão. Além das propriedades digestivas do gengibre, o abacaxi adiciona a bromelina, uma enzima que auxilia na digestão de proteínas.

Para fazer o suco, deve bater o abacaxi com um a dois pedaços de gengibre e servir gelado, sem coar e sem adicionar açúcar. Pode-se também adicionar hortelã e gelo para ficar mais saboroso.

Chá de Gengibre para Emagrecer
Receita de Limonada de Gengibre
Para os dias mais quentes, uma ótima opção é fazer a limonada de gengibre, que possui os mesmo benefícios para perder peso.

Ingredientes

1 litro de água
4 limões
5 gramas de gengibre ralado ou em pó
Modo de preparo

Esprema o suco dos 4 limões e junte numa jarra com a água e o gengibre. Deixe repousar na geladeira por, pelo menos, 30 minutos. Beba a limonada durante todo o dia, em substituição de 1 litro de água, por exemplo.

Chá de Gengibre para Emagrecer
Benefícios do consumo do gengibre
Os benefícios do consumo diário de gengibre também incluem:

Prevenção de alguns tipos de câncer, devido à sua ação antioxidante;
Combate doenças, devido à sua ação antisséptica;
Elimina toxinas do fígado;
Melhora da circulação sanguínea;
Melhora da digestão;
Prevenção de azia e de gases intestinais;
Ajuda a eliminar pedras nos rins.
No entanto, é preciso ter atenção porque o gengibre reduz a viscosidade do sangue quando utilizado em grandes quantidades, e o seu consumo por indivíduos que tomam remédios anticoagulantes regularmente, como aspirina, deve ser orientado pelo nutricionista para evitar riscos de hemorragia.

Como conseguir Emagrecer Rápido
Além de usar o gengibre, para emagrecer rápido é necessário evitar o consumo de açúcar, doces e alimentos ricos em farinha de trigo, como pães, bolachas, bolos, salgados e pizzas. Além disso, é preciso evitar o consumo de refrigerantes, sucos industrializados, bebidas alcoólicas e frituras.

Por outro lado, deve-se dar preferência ao consumo de vegetais folhosos, frutas, carnes magras, ovos, queijos e gorduras boas, como castanhas, amendoim, sementes, azeite de oliva e peixes como atum e sardinha. Veja um exemplo de cardápio para emagrecer rápido.

10 receitas de Sucos Detox simples para Emagrecer (para fazer em casa)

Sim, eles chegaram para ficar, os sucos detox simples caíram no gosto de todos ou da maioria, mesmo para quem não quer emagrecer, eles são opções de aliar sabor a benefícios para a saúde e servem para iniciar o café da manhã, acompanhar o almoço ou na hora do lanche.

Suas propriedades nutricionais chamam a atenção e abrem caminho para hábitos alimentares mais saudáveis.

O importante é ter consciência de que a mudança de hábitos é que vão ajudar a melhorar a saúde e consequentemente o peso.

A alimentação equilibrada, prática de atividades físicas e o consumo dos sucos detox podem funcionar juntos para a perda de peso ou ao menos para a melhora geral do organismo, por isso é interessante sim consumir estes sucos e de preferência feitos em casa.

Leia também: Max Detox funciona

Pois se trata de uma maneira mais natural de melhorar hábitos para emagrecer ao invés de recorrer a métodos perigosos que podem prejudicar ou ainda entrar no temido “efeito sanfona”.

Leia também:
Receita de Suco Detox para Tomar a Noite

Leia também: Kifina funciona

Receita de suco Detox Seca Barriga

Melhores horários para beber Suco Detox

Receita de Suco Detox para Emagrecer Rápido

Receitas de Suco Detox de Maracujá para Perder Peso

Receita: Suco Detox de Melancia com Gengibre para Emagrecer

Suco Detox Abacaxi: Receitas de Suco Detox para Perder Peso

Leia também: Phytophen funciona

Suco Detox de Couve com Limão e Gengibre para Emagrecer

A prática de dietas restritivas é prejudicial a longo prazo pois quando se volta a alimentação normal, os quilos voltarão também, enquanto que adquirir hábitos alimentares saudáveis sem restrições desnecessárias será uma maneira de sustentar a perda de peso.

Os sucos detox simples acompanhados da alimentação balanceada e prática de exercícios regulares é uma receita que pode ser efetiva para quem procura emagrecer sem querer colocar a saúde em risco e ainda melhorar a ingestão de nutrientes importantes.

Para ajudar a escolher novos sabores todos os dias, nosso post de hoje vai mostrar receitas de sucos detox simples de fazer e saborosos.

Continue aqui e aprenda conosco! Boa leitura!

Receitas de Sucos Detox Simples para Emagrecer

#1 – Suco detox de maçã, canela, limão, hortelã e farinha de chia

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Os sucos detox simples são uma opção prática para incluir diferentes nutrientes na alimentação numa mesma refeição e aumentar o teor de fibras que deve ser de 20 a 22g por dia, mas nem sempre é possível chegar a este valor diariamente.

Maçã: suas fibras dão sensação de saciedade e os seus nutrientes (vitaminas B1, B2, C, E, ferro, fósforo, magnésio, potássio) dão energia. A fruta também evita a retenção de líquidos, controla o colesterol e suas enzimas favorecem a absorção de nutrientes.

Limão: rico em vitamina C, fibras, é depurativo ajudando a eliminar toxinas, os polifenóis ( antioxidantes) evitam processos inflamatórios e suas fibras regulam o apetite.

Canela: é termogênico, acelera o metabolismo.

Hortelã: favorece a digestão e isso é fundamental para emagrecer.

Farinha de chia: rica em fibras e ácidos graxos essenciais, ajuda o funcionamento do intestino, elimina inchaços.

INGREDIENTES
1 maçã com casca
Suco de 1 limão
1 colher de chá de canela
1 punhado de folhas de hortelã
1 colher de sopa de farinha de linhaça
200 ml de água filtrada ou mineral
Gelo a gosto

MODO DE PREPARO
Lave a maçã e corte em cubos;
Coloque no liquidificador e reserve;
Esprema o limão e adicione no liquidificador, coloque os outros ingredientes e bata até ficar homogêneo (beba assim que ficar pronto).

#2 – Suco detox de melância, morango, limão e manjericão

A melância é um excelente diurético, além de ser rica em fibras, o morango é rico em vitamina C e antioxidantes, o manjericão melhora o sistema imunológico e o limão ajuda a eliminar toxinas.

Este suco irá ajudar a evitar a retenção de líquidos e o funcionamento do intestino.

INGREDIENTES
4 fatias grandes de melancia
10 morangos
Suco de 1 limão
3 folhas de manjericão fresco
100 ml de água filtrada

MODO DE PREPARO
Lavar os morangos;
Cortar as fatias de melancia e retirar a casca, colocar no liquidificador junto com o suco de limão, água, as folhas de manjericão e bater (beber assim que estiver pronto).

#3 – Suco detox de couve, abacaxi, capim limão (cidreira) e gengibre

O abacaxi com couve é um clássico dos sucos detox simples, mas essa receita tem um toque de capim limão e gengibre para dar um sabor diferente.

O abacaxi é diurético, facilita a eliminação das toxinas, rico em fibras facilita o trânsito intestinal, facilita a digestão.

A couve é rica em fibras e vitaminas, além de ajudar a digestão e proteger o estômago.

O capim limão é rico em vitaminas,é diurético e ajuda a eliminar o inchaço.

O gengibre é termogênico, anti inflamatório e protege o sistema digestivo.

INGREDIENTES
2 fatias de abacaxi;
1 folha de couve;
200 ml de água;
2 folhas de capim limão;
1 colher de chá de gengibre ralado.

MODO DE PREPARO
Colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater (beber assim que estiver pronto).

#4 – Suco detox de laranja, mamão, cenoura e pepino

Esta combinação pode ser considerada uma ótima opção para um lanche rápido e nutritivo. Os suco detox simples cabem na rotina de todos, pois não levam muito tempo para prepará-los.

A laranja é rica em vitamina C e fibras, o mamão também tem fibras e ajuda o funcionamento do intestino.

A cenoura é rica em betacaroteno, precursor da vitamina A, portanto age como antioxidante e o pepino é diurético e rico em minerais.

INGREDIENTES
Suco de 2 laranjas;
1 fatia média de mamão;
½ cenoura lavada sem casca;
½ pepino lavado com casca;

MODO DE PREPARO
Esprema as laranjas e coloque o suco no liquidificador;
Coloque a fatia de mamão, corte o pepino e a cenoura em rodelas e bata tudo no liquidificador (coe e beba em seguida).

#5 – Suco detox de melão, hortelã e amaranto

O melão é rico em vitaminas, minerais e água, portanto age como diurético e elimina toxinas, a hortelã como já foi citado é digestiva e protege o estômago e o amaranto é rico em fibras, proteínas, minerais, ajuda o funcionamento do intestino e controla o colesterol.

O amaranto é facilmente encontrado em lojas de produtos naturais.

INGREDIENTES
1 fatia grande de melão;
200 ml de água;
1 colher de sopa de amaranto;
3 folhas de hortelã;

MODO DE PREPARO
Bater tudo no liquidificador (consumir em seguida).

#6 – Suco detox de maçã, laranja, capim limão e água de coco

Esta pode ser uma boa opção para incrementar o café da manhã, uma ótima maneira de começar o dia, esta versão dos sucos detox simples é fácil de agradar o paladar da maioria das pessoas.

INGREDIENTES
200 ml de água de coco;
1 maçã descascada;
1 laranja em pequenos gomos;
Folhas de capim limão.

MODO DE PREPARO
Lave e descasque a maçã, descasque a laranja, tire as sementes e corte em cubos;
Coloque no liquidificador junto com a maçã;
Adicione a água de coco e as folhas de capim limão, bata tudo, coe e beba a seguir.

#7 – Suco detox de melão com salsão e hortelã

O bom dos sucos detox simples é que eles combinam muito com as temperaturas quentes e a maioria das receitas ajudam a refrescar.

Sobre os nutrientes, já foram citadas as propriedades do melão e da hortelã anteriormente, a novidade aqui fica por conta do salsão que é rico em antioxidantes e polissacarídeos que agem como antiinflamatórios, evita o acúmulo de gordura no fígado, é diurético e evita inchaço.

INGREDIENTES
2 fatias de melão;
200 ml de água;
1 talo de salsão;
Folhas de hortelã a gosto.

MODO DE PREPARO
Colocar os ingredientes no liquidificador, bater e tomar em seguida.

#8 – Suco detox de maracujá, couve, maçã e capim limão

O maracujá vai dar um toque mais ácido neste suco e acrescentar antioxidantes, vitaminas e fibras que ajudam a limpar o intestino e eliminar resíduos tóxicos.

INGREDIENTES
Polpa de 2 maracujás;
1 maçã com casca;
2 folhas de couve;
1 colher de sopa de mel;
2 folhas de capim limão;
200 ml de água.

MODO DE PREPARO
Lave a maçã e corte;
Coloque no liquidificador junto com a polpa do maracujá e os outros ingredientes e bata (beba em seguida).

#9 – Suco detox de melancia, kiwi e pimenta biquinho

O kiwi é muito rico em vitamina C, fibras e vitamina K, é também rico em água e pouco calórico, a pimenta é rica em antioxidantes e um potente termogênico que vai acelerar o metabolismo.

Os sucos detox simples com termogênicos são ideais para tomar antes das atividades físicas.

INGREDIENTES
2 fatias de melancia;
1 kiwi sem casca;
100 ml de água de coco;
Folhas de hortelã;
1 colher de sopa de pimenta biquinho;
Gelo.

MODO DE PREPARO
Cortar a pimenta e tirar as sementes;
Colocar sem as sementes no liquidificador com os outros ingredientes (bater e tomar em seguida).

#10 – Suco detox de erva doce e maçã e chá verde

A erva doce é muito conhecida pelo chá, mas seus talos são ótimos para saladas e sucos, ela é rica em fibras ajudando o intestino a funcionar, além de ser um ótimo digestivo e aliviar dores de estômago, é rica em potássio, importante para evitar cãibras e controlar os batimentos cardíacos, além de ser um ótimo diurético eliminando toxinas dos rins.

O chá verde é rico em antioxidantes, termogênico e diurético.

As receitas de sucos detox simples como esta podem ser consumidas no lanche da tarde, pois assim o chá pode ser preparado pela manhã e ter tempo de ficar gelado na hora de fazer o suco.

INGREDIENTES
2 talos de erva doce;
1 maçã com casca;
200 ml de chá verde;
1 colher de sopa de mel.

MODO DE PREPARO
Faça o chá com 200 ml de água e uma colher de sopa de folhas de chá verde e coloque na geladeira;
Após o chá verde estar gelado coloque no liquidificador juntamente com os outros ingredientes, bata e (beba em seguida).

Estas foram nossas receitas de sucos detox simples para entrar na sua alimentação. Procuramos sempre trazer informações que ajudem a melhorar seu dia a dia e sua qualidade de vida!

Dieta Low Carb dá resultados? Veja como funciona o regime

A dieta low carb propõem uma redução significativa da ingestão de carboidratos. Na alimentação convencional, cerca de 50 a 55% do que é consumido são carboidratos, já na dieta low carb essa média deve cair para 30% ou menos.

Nos últimos anos 20 estudos recentes concluíram que a dieta low carb é uma boa opção para a obesidade e sobrepeso, dada a rapidez em resultados para quem busca o emagrecimento. Isso acontece porque a redução dos carboidratos incentiva o corpo a adquirir energia por meio da gordura e ainda força uma reeducação alimentar.

Navegue Pelo Conteúdo

1 Como funciona a dieta low carb
2 Dieta low carb Resultados
3 Quanto tempo leva para dar resultados?
4 Quanto tempo dura a dieta?
5 10 benefícios comprovados da dieta low carb
6 Cardápio low carb
7 Como começar a dieta low carb?
8 Os 3 erros mais comuns da dieta low carb
9 Malefícios da dieta low carb
10 A dieta Atkins e Dieta Dukan são low carb
COMO FUNCIONA A DIETA LOW CARB
Atualmente, a base da alimentação da grande maioria das pessoas é o carboidrato. A própria pirâmide alimentar brasileira desenvolvida pela Anvisa recomenda o consumo de 6 porções desse nutriente por dia, ou seja, mais de 50% do total de calorias provém de comidas ricas em carboidratos.

A dieta low carb nada mais é que a redução da ingestão de carboidratos, de forma que esse nutriente passa a deixar de ser o de maior quantidade na alimentação, dando mais ênfase às proteínas e gorduras. Nela, o consumo de carboidrato deve ser menor que 150 gramas por dia (normalmente é de 50 a 150 gramas).

Este regime contrapõem a metodologia da maioria das outras dietas onde tem-se a redução de gorduras. Estudos já chegaram a provar que a redução de carboidrato é mais benéfica do que a estratégia de redução de gordura, o que era o principal alvo de críticas da dieta low carb.

Uma alimentação low carb não significa tirar todos os carboidratos da dieta, mas sim diminuir seu consumo. Ao fazer refeições de carboidratos, prefira sempre aqueles com baixo índice glicêmico e integrais, como batata doce e arroz integral.

Para promover energia ao organismo que a pessoa terá reduzido com o baixo consumo de carboidratos, a dieta low carb propõem o aumento do consumo de proteínas e gorduras. Esses dois nutrientes ajudam na elevação do gasto energético, preservação da massa magra (músculo) e aumento da saciedade, além de estimularem muito menos a secreção de insulina.

A Low Carb fundamenta-se no fato de que, havendo uma grande restrição de carboidratos, o corpo passará a queimar gorduras para transformá-la em energia, causando assim, a perda de peso.

Ela é recomendada para diabéticos do tipo 2, pois melhora o índice glicêmico sanguíneo e também para pessoas com obesidade ou sobrepeso, pois auxilia na perda de peso. Além disso, há evidências de que este tipo de alimentação é capaz de aumentar o HDL e diminuir os triglicerídeos.

DIETA LOW CARB RESULTADOS
Os carboidratos tem a função de dar energia ao organismo de forma rápida, afinal este passa a ser digerida no momento em que entra em contato com a saliva, causando picos de insulina e armazenamento de gordura, caso consumido em excesso.

Ao restringir o consumo de carboidratos o organismo passa a ser obrigado a utilizar consumir a gordura do próprio corpo para manter-se em funcionamento.

Esse aproveitamento de energia é feito por meio dos corpos cetônicos que substituem a glicose obtida por meio dos carboidratos.

Esse processo é chamado de cetose, um estado metabólico em que o organismo substituir a glicose (principal fonte de energia nos corpos humanos) pelas reservas de gordura. É a situação literal para “queimar de gordura”.

Não há resultados específicos, mas de acordo com experiências de quem já aderiu ao regime, é possível emagrecer de 5 a 10 kg em um único mês.

A verdade é que tudo dependerá de quais são suas necessidades calóricas diárias e como você irá montar o seu cardápio. Para fazer um panorama de quanto a dieta low carb pode te fazer emagrecer confira o post sobre quantas calorias preciso queimar para perder peso.

QUANTO TEMPO LEVA PARA DAR RESULTADOS?
A maioria daqueles que já praticaram a dieta low carb dizem ver resultados visíveis a partir da segunda semana. No entanto a duração da dieta é de aproximadamente 3 meses, dependendo de pessoa para pessoa, afinal o corpo de cada um tem especificidades e reagem de forma diferente. Após retornar à rotina normal, opte pela reeducação alimentar para não ganhar todo o peso perdido novamente.

Depois de sair do low carb comer bem é fundamental para manter o peso conquistado. Para àqueles que seguiram uma dieta mais restrita (menos de 50 gramas de carboidrato por dia), a reintrodução deve ser feita aos poucos.

QUANTO TEMPO DURA A DIETA?
Após ter o resultado desejado com a dieta, a manutenção da boa forma deve acontecer com base na prática de exercícios físicos e uma alimentação equilibrada o que significa voltar a comer uma quantidade maior de carboidratos, mas equilibrando todos os nutrientes numa proporção correta, de forma saudável.

Ao manter a redução de carboidratos por muito tempo é possível trazer danos ao organismo, como cansaço, dores de cabeça frequentes e até dificuldades neurológicas. Em alguns casos pode haver aumento do colesterol devido ao alto consumo de gordura saturada.

10 BENEFÍCIOS COMPROVADOS DA DIETA LOW CARB
Diminui o apetite;
Dá mais saciedade;
Perde gordura, ou seja, emagrece;
Aumenta os níveis de colesterol bom (HDL);
Controla os níveis de açúcar no sangue;
Previne a diabetes;
Diminui a pressão arterial;
Previne contra doenças cardíacas;
Trata doenças metabólicas;
Baixa os níveis de triglicerídeos no sangue.
Confira mais detalhes dos estudos que comprovam os benefícios da dieta low carb nos seguintes links 1, 2, 3. Ao contrário do que diz o senso comum, excluir os carboidratos da do seu prato não é sinônimo de passar fome.

CARDÁPIO LOW CARB
Confira uma opção de cardápio low carb para te ajudar na mudança de hábitos até a conquista do emagrecimento pela queima de gorduras espontânea:

[VEJA TAMBÉM: Receitas para a dieta low carb ]

COMO COMEÇAR A DIETA LOW CARB?
Primeiramente, é preciso entrar em contato com um profissional (médico, nutricionista) para saber se essa dieta é adequada para você. Ele irá calcular qual a é a melhor ‘’distribuição’’ de nutrientes na sua dieta de acordo com sua idade, sexo, nível de atividade física, rotina, entre outros.

1 – QUAL É A QUANTIDADE DE CARBOIDRATOS DIÁRIA?
A quantidade de carboidrato da LC pode variar dependo do seu objetivo, sendo que:

100 A 150 GRAMAS POR DIA
Esta porção é mais indicada para quem quer fazer uma reeducação alimentar, não é muito restrita porém também pode auxiliar na perda de peso e controle da glicemia.

50 A 100 GRAMAS POR DIA
Essa é uma faixa de carboidratos para aqueles que estão com sobrepeso, não tem nenhuma doença que se mostre como uma impedição e quer ter resultados visíveis em pouco tempo.

20 A 50 GRAMAS POR DIA
O consumo desta quantidade por dia é para quem quer o máximo de emagrecimento no menor tempo possível. É preciso restringir mais alimentos e cuidar para que não haja falta de energia e nutrientes.

Leia também: E-book 101 Receitas Low Carb

2 – CARDÁPIO DA DIETA LOW CARB – O QUE PODE E O QUE NÃO PODE COMER
São várias as opções de cardápio da dieta low carb, ao substituir os carboidratos você deve adicionar legumes, vegetais, fibras, proteínas e gorduras.

Leia também: Kifina funciona

O que pode comer na dieta low carb – alimentos permitidos

Carne de vaca, porco, galinha e peixe;
Todo fruto do mar;
Ovos;
Verduras e legumes;
Folhas verdes;
Nozes e sementes;
Alimentos ricos em fibras;
Abacate, coco, morango, kiwi, limão
Outras frutas em pouca quantidade;
Sementes como chia e linhaça;
Oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, amendoim);
Queijos
Gorduras e óleos como azeite de oliva, banha, óleo de coco, creme de leite, manteiga;
Batata, cenoura e beterraba em pouca quantidade;
Chocolate amargo;
Adoçantes naturais (xilitol, eritritol, stevia).
Confira aqui a lista completa de alimentos low carb e zero carb. Pode fazer nos lanches o uso de bastante suco detox, desde que sem adição de açúcar.

O que não pode comer – alimentos proibidos na dieta

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Café e chás adoçados;
Achocolatados;
Doces e sorvetes;
Balas e doces em excesso;
Refrigerantes;
Carboidrato em excesso, principalmente os ‘’brancos’’ (refinados);
Arroz;
Pão e massas;
Chocolate ao leite;
Bebidas alcoólicas. Está liberado somente vinho do Porto que tem pouco açúcar (1 taça);
Açúcar refinado;
Trigo e cevada;
Gordura trans (presente na margarina);
Produtos light;;
Alimentos processados e industrializados
Bolachas.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Atualmente é muito fácil conferir receitas e opções para conseguir tornar o seu prato mais leve e livre dos carboidratos. Se quiser cardápios prontos low carb confira aqui as opções do QueroViverBem.

3 – MANTER A ROTINA E TER PACIÊNCIA
Após iniciar a sua dieta low carb tenha paciência e mantenha a rotina com um cardápio bem adaptado. Lembre-se que o a sua ansiedade e estresse podem contribuir para o mau funcionamento do organismo, criando inchaço devido a dificuldades no sistema linfático e dando ainda mais vontade de comer compulsivamente. Controle-se.

OS 3 ERROS MAIS COMUNS DA DIETA LOW CARB
Depois de começar você deve estar sempre atenta as suas atitudes, pois a dieta low carb pode sim trazer danos à sua saúde e por isso nunca caia no risco de cometer erros comuns. Veja aqui quais são eles e se policie!

Erro 1 – Comer muito carboidrato

Para que o seu corpo entre em cetose (consuma gordura do próprio corpo) é preciso que sua dieta esteja ajustada a uma faixa de pelo menos 50g de carboidrato por dia. Se você consumir mais do que isso os resultados podem não acontecer, dependendo de seu organismo. Não precisa começar com essa quantidade, vá diminuindo aos poucos, mas em algum momento deve chegar a ela para otimizar a perda de peso nem que seja por curto período de tempo.

Apenas a redução pode trazer resultados, mas não tanto quanto o esperado.

Erro 2- Eliminar o carboidrato por completo

Apesar do carboidrato ser o “vilão” nessa dieta, eles também são necessários. Nunca corte por completo o carbo de sua dieta, afinal, a dieta low carb não é uma restrição dos carboidratos e sim uma redução de carboidratos, faz toda a diferença! Ao cortar por completo esse nutriente do seu organismo você poderá trazer sérios problemas para a sua saúde.

Erro 3 – Comer proteína demais

Cortar os carboidratos da sua alimentação não significa substituí-lo por completo pelas proteínas. Elas são um macronutriente importante, dá sensação de saciedade, acelera o metabolismo e tem muitos benefícios para a perda de peso.

Mas se for ingerida demais você carrega o corpo de aminoácidos que se transformam em glicose posteriormente por meio da gliconeogênese. Quando isso acontece a low carb vai para o espaço. Além disso, o alto consumo de proteínas pode causar prisão de ventre e problemas renais.

A quantidade correta de gramas de proteína por dia a ser consumida para que os níveis de glicose permaneçam adequados para a perda de peso é de 1,5 a 2 g por kg de peso corporal por dia.

[VEJA TAMBÉM: 5 Vantagens e 3 Desvantagens da Dieta Low Carb]

MALEFÍCIOS DA DIETA LOW CARB
Os malefícios da dieta low carb ainda são fruto de uma intensa discussão no mundo científico. O que sabe é que pessoas diagnosticadas com diabetes tipo 2 e diabetes mellitus não devem realizar o regime, uma vez que as alterações repentinas nos níveis de açúcar no sangue podem ser perigosos para esse público.

Uma pesquisa realizada por 25 anos e publicada na The Lancet Public Health observou os resultados da dieta low carb em 15,4 mil pessoas. Os dados coletados indicam que o baixo consumo de carboidratos pode reduzir a expectativa de vida.

Dos entrevistados, aqueles que obtinham de 50% a 55% energia por meio de carboidratos tinham um risco de morte ligeiramente menor do que quem mantinha uma dieta restritiva.

Além disso, a redução do açúcar no sangue pode causar alguns efeitos colaterais na dieta low carb como dores de cabeça, fadiga, alterações de humor , queda de pressão e sobrecarga da função renal (quando há excesso de consumo de proteínas).

Jejum Intermitente

O jejum intermitente é uma maneira diferente de pensar sobre os alimentos, com vários benefícios para a saúde, boa forma e produtividade. O jejum intermitente não é uma dieta, mas uma padrão de como organizar suas refeições ao longo do dia: é uma abordagem cujo foco não está tanto no que você come, e sim no quando.

O que é o Jejum Intermitente
Existem vários tipos de jejum intermitente, mas o mais comum é o de “pular o café da manhã”. Consiste em ficar 16 horas (14 para mulheres) sem se alimentar. Isso significa que toda sua alimentação do dia é feita em uma “janela” de 8 horas (10 para mulheres), como por exemplo entre 12:00 e 20:00.

Isso significa, no exemplo acima, que das 20:00 até o meio-dia do dia seguinte não teremos nenhuma ingestão de calorias. Bebidas como café e chá (desde que sem açúcar) podem ser consumidas (é importante se hidratar muito bem durante esse período).

Esse é um jejum que, surpreendentemente, é muito fácil de ser feito. Quem já tem o hábito, pratica quase que diariamente sem nenhum sacrifício. Ele é particularmente fácil para quem já pratica uma dieta natural, com baixo teor de carboidrato e elevado teor de gordura natural.

Como funciona? Não faz mal?
Jejuns prolongados, em geral, não são recomendados sem supervisão. Mas os jejuns curtos e intermitentes podem ser utilizados pela grande maioria das pessoas. Ao contrário do que se pensa, uma pessoa saudável não se sentirá fraca e incapacitada ao ficar algumas horas sem comer, pelo contrário.

Quando comemos com frequência constante, o corpo tem o alimento sempre disponível como fonte de energia e guarda as “sobras” na forma de gordura corporal. Na ausência de alimento, o corpo utiliza essa gordura estocada como fonte de energia, o que resulta em perda de peso e saúde para o organismo.

Durante o jejum, a produção de insulina diminui e a sensibilidade à insulina aumenta: isso significa que ao se alimentar novamente, o corpo vai metabolizar o alimento de modo mais satisfatório. Através do jejum intermitente reeducamos o corpo a utilizar o alimento da maneira mais efetiva possível. Isso significa não há acúmulo de gordura e ocorre aumento muscular (se os músculos forem exercitados).

Quando o corpo está sem seu combustível usual – glicogênio – ele passa a queimar gordura e também passa a reciclar componentes celulares danificados, o que se chama de autólise inteligente, e através desse processo o corpo se recupera mais rápido e tem a capacidade de renovar os seus sistemas, como o sistema imunológico.

Além disso, o jejum intermitente tem a incrível capacidade de reparar neurônios danificados e estimular o cérebro a gerar novos neurônios (neurogênese).

O jejum intermitente permite ao organismo reciclar nutrientes, renovar e organizar sua estrutura biológica e metabólica, eliminar componentes desnecessários, fortalecer a imunidade, produzir hormônios em deficiência e rejuvenescer tecidos – além de amplificar a eficiência e desempenho físico e mental.

E a ideia de comer em 3 em 3 horas?
Ainda é comum ouvirmos recomendações de que o ideal para a saúde seria se alimentar de 3 em 3 horas, e que necessitamos de pelo menos 3 refeições por dia (mais lanches e snacks), ou que o café da manhã é a mais importante delas. É o que se ensina ainda na maioria das faculdades de nutrição, e o que ainda é prescrito pela maioria dos profissionais. Ainda, pois a imensa maioria de evidências científicas já aponta nessa nova direção.

Na verdade, o conselho de comer de 3 em 3 horas é válido somente na dieta prevalente das últimas décadas, muito rica em alimentos industrializados. Com fontes de energia tão ruins, não é de se duvidar que as reservas de energia se esgotem tão rapidamente assim. É o mesmo raciocínio que levou ao grande equívoco de considerar gorduras como algo ruim.

Não seria o jejum intermitente mais uma moda?
A prática do jejum intermitente fez parte do desenvolvimento metabólico de nossos ancestrais, caçadores e coletores que praticavam o jejum com frequência, pois nem sempre havia alimento disponível no ambiente selvagem. Médicos de diferentes tradições ancestrais recomendavam o jejum como ferramenta de regeneração e cura do organismo. Os próprios animais, quando ficam doentes, jejuam.

Se observarmos a história, o jejum é uma prática que desde o princípio dos tempos é utilizada e recomendada por praticamente todos os povos e culturas do planeta. Ás vezes não precisa ir muito longe: provavelmente nossos avós comiam poucas refeições por dia, e nem por isso eram obesos ou pouco saudáveis.

Leia também: Kifina reclame aqui

Benefícios do Jejum Intermitente
Aumento da longevidade
Contribui para a renovação celular
Estimula o cérebro a criar novos neurônios
Diminui a produção de insulina
Aumenta a sensibilidade à insulina, que faz com que o corpo metabolize o alimento da maneira mais eficaz


Leia também: Phytophen reclame aqui
Reduz o estresse oxidativo (atua como um anti-oxidante, protegendo o corpo)
Aumenta a produção do hormônio do crescimento, que estimula o aumento da massa muscular e contribui para a saúde geral do organismo
Diminui inflamações
Há estudos também apontando que o jejum ajuda em distúrbios psíquicos, diminuindo sintomas de depressão, desânimo e agressividade.
Seu dia fica mais produtivo e simples
Costuma melhorar nossa produtividade, não só por nos deixar mais alertas e dispostos
Economiza tempo e dinheiro
Muito fácil de fazer (bem mais fácil que dietas em geral!)
Contra-Indicações

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

Evite o jejum intermitente nas seguintes situações ou sintomas:

Durante ou próximo do período menstrual (logo antes ou depois)
Mulheres que estejam querendo engravidar e que estejam amamentando
Fadiga crônica
Num período em que não se está lidando bem com o estresse

Leia também: o que é Jejum Intermitente

Problemas de sono
Problemas no estômago como inflamações e infecções
Desequilíbrios hormonais
Conclusão
O jejum intermitente é um assunto muito vasto, e aqui minha intenção foi só colocar as informações mais básicas para se interar do assunto. É sempre importante consultar um profissional para mudanças alimentares. Quanto à minha experiência, eu já experimentei algumas vezes, e apesar de parecer muito difícil, com um pouquinho de sacrifício, dá para fazer. Recomendo!

Uma dica: o não comer é um período extremamente produtivo – seja para realizar tarefas, para estudar, trabalhar, caminhar, etc. Não gaste este precioso período pensando em comida ou contando as horas para o momento de comer de novo. Simplesmente esqueça o assunto. Tenha confiança de que seu corpo tem as reservas de que necessita e lembre-se de que é possível ficar sem comida e permanecer vivo por semanas, conforme a ciência comprovou. Aproveite seu jejum.

MASSAGEM REDUTORA

A massagem redutora é uma técnica manual em que se trabalha de forma intensa todo o tecido adiposo. Esta massagem tem efeitos rápidos, pois podem constatar-se os seus resultados logo a partir da primeira sessão.

É uma técnica indicada em especial para a zona abdominal, pois é onde se notam os resultados mais eficazes e rápidos. A principal diferença entre esta técnica japonesa e outras massagens lipoescultoras é a cliente não sentir dores profundas, no máximo algum desconforto, mas não dores. E não deixa marcas na pele da cliente.

A técnica consiste em dividir a zona abdominal em duas partes (esquerda e direita) e trabalhar uma de cada vez. As manobras utilizadas variam entre manobras de: aquecimento, amassamento profundo e rolamento contínuo. Este tipo de manobras fazem com que as células entrem em combustão e sejam “esvaziadas”. A gordura é assim eliminada pela corrente sanguínea, pela urina e pelas fezes.

Indicações

– Redução de medidas

– Tonificação da pele

– Modelagem corporal

– Manutenção após lipoaspirações

– Lipodistrofia ginóide

– Ptose abdominal.

Contra-indicações

– No pós-parto, deve guardar-se um período de 5 a 6 meses, ou após liberação médica.
– É totalmente contra-indicado em pessoas com problemas linfáticos, portadores de neoplasias, pessoas que já tenham tido algum tipo de neoplasias e gravidez.
Saiba mais na próxima página

O verdadeiro poder das mãos

Esta massagem exige do profissional uma boa sincronização com as mãos. No Japão, o verdadeiro poder vem das Mãos, por isso nesta técnica usa-se apenas óleo para massagem.

No entanto, existem casos em que a profissional pode optar por usar uma fórmula cosmética redutora, para haver uma pequena “ajuda” nos resultados.

Leia também: massagem redutora funciona

Massagem passo a passo

Medidas

A primeira fase do cuidado abdominal japonês consiste em tirar as medidas da cliente em pelo menos 4 locais do abdómen (cintura, 2 dedos acima do umbigo, e 2 dedos abaixo do umbigo).No final da massagem, fazem-se novas medições para se verificarem os resultados obtidos.
Preparação da pele

Leia também: Kifina é bom

Ao manipular a zona do abdómen, caso seja utilizado algum creme redutor, deve fazer-se primeiro uma ligeira esfoliação no local, mas se se utilizar apenas óleo de massagem ou creme para massagem, pode iniciar-se normalmente. Manobras
Começa-se por abrir os gânglios do sistema linfático e depois os gânglios das zonas inguinais. (A intenção da massagem é retirar e levar a gordura para o sistema excretor, drenando-a.)


Leia também: Phytophen é bom
– Com as mãos espalmadas, aquecemos o local para facilitar o trajecto da gordura que fica localizada atrás das costas (zona do sutiã), fazendo o mesmo movimento na região da cintura.
– Para modelar a zona da cintura fazemos movimentos em forma de X, onde a cliente já nota no final que a cintura está marcada.
– Depois de aquecer o local começamos as manobras cruzadas, com as mãos, em forma de C, trabalhando de forma contínua e bem sincronizada para quebrar a gordura. Isso deve ser feito durante cerca de 5 minutos. A cliente pode sentir algum desconforto nesta altura, mas é normal. Não se deve aplicar força nas mãos.
– Após esta manobra, segue-se o rolamento contínuo horizontal (vai e vem). Subir em direcção ao peito (debaixo do peito) e voltar à zona da cintura. Esta manobra deve ser feita continuamente durante cerca de 5 minutos. Isto vai fazer com que a gordura seja desfeita, com o consequente desgaste das células de gordura.
Saiba mais na próxima página
Leia também: Phytophen é bom
– Com as mãos espalmadas, aquecemos o local para facilitar o trajecto da gordura que fica localizada atrás das costas (zona do sutiã), fazendo o mesmo movimento na região da cintura.
– Para modelar a zona da cintura fazemos movimentos em forma de X, onde a cliente já nota no final que a cintura está marcada.
– Depois de aquecer o local começamos as manobras cruzadas, com as mãos, em forma de C, trabalhando de forma contínua e bem sincronizada para quebrar a gordura. Isso deve ser feito durante cerca de 5 minutos. A cliente pode sentir algum desconforto nesta altura, mas é normal. Não se deve aplicar força nas mãos.


Leia também: Farinha seca barriga é bom
– Após esta manobra, segue-se o rolamento contínuo horizontal (vai e vem). Subir em direção ao peito (debaixo do peito) e voltar à zona da cintura. Esta manobra deve ser feita continuamente durante cerca de 5 minutos. Isto vai fazer com que a gordura seja desfeita, com o consequente desgaste das células de gordura.
Saiba mais na próxima página

– Continuamos a fazer os rolamentos verticais, primeiro para cima, cerca de 3 vezes, de fora para dentro, até metade da barriga. Depois no sentido vertical para baixo (de fora para dentro). Ao finalizar, com as mãos em concha faz-se uma tapotagem (manobras feitas com a mão em forma de concha) para descompressão e pinçamentos, para que a pele volte ao normal. Estas manobras são depois realizadas no outro lado do abdómen da cliente.
– Para finalizar, realizam-se movimentos na zona abdominal no sentido dos ponteiros do relógio, fazendo compressão com as mãos sobrepostas, para acalmar os órgãos internos. No final da sessão a cliente pode sentir imediatamente os efeitos fisiológicos da massagem, já que, devido aos estímulos das manobras, os intestinos passam a funcionar de forma mais rápida, fazendo a excreção da gordura.

Protocolo

O número de sessões pode variar de acordo com cada caso. Cada cliente deve ter a sua avaliação personalizada, pois cada pessoa reage de uma forma diferente da outra. Existem pessoas que perdem até 5 cm numa primeira sessão.

Geralmente, quando a cliente não tem muita gordura abdominal localizada, realizam-se apenas 3 a 5 sessões. É isso que torna esta técnica muito interessante, pois não são necessárias 10 sessões para se terem bons resultados.

Podemos aplicar esta massagem até 3 vezes por semana, dependendo do caso, em dias alternados. Em casos de maior nível de gordura localizada, devem ser feitas mais sessões. A manutenção deve ser feita aproximadamente de 15 em 15 dias.

No início, começa por fazer-se sessões duas a três vezes por semana, e depois de 15 em 15 dias.

Tudo que Você Precisa Saber Sobre Chás — 23 Chás e Suas

Quem me acompanha aqui no blog sabe que eu procuro sempre levar uma vida saudável, e me preocupo com o meu bem estar. Estou sempre compartilhando dicas fitness, como receita de suco verde ou receitas de petiscos light, e até mesmo dicas para manter a dieta mesmo nos finais de semana. E hoje separei dicas mais incríveis, sobre um grande aliado da vida saudável: tudo que você precisa saber sobre chás!

Separei dicas para a preparação do seu chá, ensinei como prepará-lo, e compartilhei quais são os melhores chás para emagrecer, chás para dormir, chás calmantes, chás para combater a TPM e a cólica menstrual, chás diuréticos e até mesmo chás para gripes e resfriados. Vamos conferir?!

Tudo que Você Precisa Saber Sobre os Chás
Apesar de ser uma das bebidas mais antigas do mundo, o chá está entre um dos tópicos mais pesquisados e falados atualmente. Isso porque cada vez mais pessoas estão descobrindo o quão benéfico ele pode ser, de uma forma natural. E antes de falarmos sobre qual a melhor forma de prepará-lo, é preciso entender a diferença entre eles.

O chá propriamente dito tem origem da planta Camellia Sinensis, e é da extração dessa planta que surgem os chás branco, verde, e preto. A diferença entre cada um está no processamento e em como a planta é oxidada. Porém, usamos a palavra “chá” para qualquer bebida preparada com ervas, frutas, raízes ou flores.

Como preparar chás naturais
A primeira coisa para se saber antes de preparar o seu chá, é que quanto mais orgânico e natural for o seu chá, mais benéfico ele será para a sua saúde, e mais chances você tem de alcançar seus objetivos. Chás industrializados possuem, invariavelmente, componentes químicos, como conservantes, e possuem um número quase nulo de antioxidantes, os chamados polifenos.

Por causa do sabor amargo desses antioxidantes, os fabricantes dos chás industrializados utilizam menos do chá propriamente dito, e mais açúcar. No caso de quem vai fazer uso de chás para emagrecer, por exemplo, o fato de os chás industrializados serem adoçados é uma enorme desvantagem.

Vários nutricionistas confirmam que a melhor opção é preparar o chá direto das ervas, folhas ou cascas de forma natural, sem adicionar açúcares (mas você ainda pode consumir chás prontos, ok?). E aí entra a segunda coisa que precisamos saber: como preparar um chá?

Dicas para preparar o chá perfeito!
Evite recipientes de ferro ou alumínio, pois vestígios podem acabar se misturando ao chá, e podem acabar sendo, inclusive, prejudiciais à saúde. Opte por recipientes de vidro, porcelana, louça, barro ou esmaltados.
Use água mineral ou filtrada na preparação do seu chá.
Consuma o seu chá em até no máximo 24 horas. Após esse tempo, ele começa a fermentar, ainda que na geladeira.
Procure tomar os chás uma hora antes ou duas horas depois das refeições (com exceção de chás digestivos ou que estimulam apetite),
Consuma o seu chá quente ou morno.
Evite adoçar o seu chá. Se for adoçá-lo, use mel ao invés de açúcar ou adoçante.
Após o tempo da infusão ou cozimento, coe o chá para que as ervas não continuem cozinhando na água.
A quantidade padrão de proporção para preparar o chá é de 2 colheres de sopa rasas de erva seca ou 4 colheres de sopa rasas de folhas verdes para cada litro de água. Porém, a quantidade pode variar de acordo com seu gosto, ou sua nutricionista pode ter passar uma quantidade específica de acordo com sua idade e objetivo.
Nunca consuma chás em excesso sem orientação, pois alguns podem causar danos à saúde se tomados em grandes quantidades ou por muito tempo.
Confira sempre se há contraindicações antes de tomar o seu chá. Mulheres grávidas devem ficar especialmente atentas, já que alguns chás podem causar danos ao bebê ou contrações no útero (que podem levar a um aborto).
Você pode preparar o seu chá por infusão, por decocção ou por maceração. Chás de raízes, talos e cascas são preparados de forma diferente de chás de flores, frutas, ervas e ramos, por exemplo, pois precisam de mais tempo para cozinhar e liberar seus ingredientes.

Infusão (Indicado para plantas que não podem ser fervidas. Normalmente frutos, flores e folhas (também pode ser usado para outras partes das ervas).
Separe a quantidade de ervas a ser utilizada. Aqueça a água até a fervura e depois a despeje sobre as ervas. Tampe o recipiente e deixe em infusão de 5 a 10 minutos. Coe e sirva.

No caso do chá verde, a infusão deve ser de 1 a 2 minutos, para evitar que o chá fique muito amargo. E no caso do chá preto, a infusão deve ser de 2 a 4 minutos, também para evitar que o chá acabe muito amargo.

Decocção (Indicado para plantas que não liberam seus princípios ativos em baixas temperaturas. Geralmente cascas, raízes, sementes e frutos secos.
Separe a quantidade de ervas a ser utilizada. Leve ao fogo a água juntamente com as ervas. Quando começar a ferver, deixe em fogo baixo por 5 a 10 minutos. Para partes mais duras, deixe cozinhar de 15 a 30 minutos. Desligue o fogo, deixe esfriar em repouso por alguns minutos, coe e sirva.

Maceração (Indicado para plantas que demoram mais para liberar seus princípios ativos).
Separe a quantidade de ervas a ser utilizada e amasse bem. Adicione água e deixe em maceração. Partes tenras da planta, como flores, sementes e folhas, devem ficar por no mínimo 12 horas. Cascas, talos e raízes macias devem ficar por no mínimo 18 horas. Cascas, raízes e talos grossos ou duros devem ficar por no mínimo 24 horas.

Na hora de escolher qual chá tomar, leve em consideração o momento do dia. De manhã, opte por chás energéticos. Após o almoço, escolha chás digestivos. E após o jantar procure chás calmantes, que ajudem a dormir, e evite chás com cafeína, como o chá preto. Você também pode escolher o seu chá com objetivos específicos. Separei alguns chás e objetivos comuns abaixo para te ajudar.

Chás para emagrecer
Para chás usados com o intuito de emagrecer, evite adoçá-los, e procure ingeri-los antes ou depois das refeições. A maioria desses chás são digestivos, inibem o apetite ou aceleram o seu metabolismo. Para potencializar a ação do chá, você pode fazer uso de mais de um deles juntos, como por exemplo acrescentar gengibre ao chá de hibisco, ou canela ao chá de abacaxi.

Chá verde – Ajuda no funcionamento do intestino
Um dos chás mais conhecidos por quem quer emagrecer, o chá verde possui substâncias como cafeína, que aceleram o seu metabolismo e fazem seu corpo gastar mais energia. O chá verde também ajuda no funcionamento do intestino, traz saciedade, evitando que você consuma mais do que o necessário e combate a retenção de líquidos.

O chá verde é ainda um potente antioxidante, ajudando na prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes e também no antienvelhecimento da pele. Se só isso já não fosse o suficiente, ele ainda ajuda a combater o colesterol e melhorar nosso humor.

Chá de abacaxi – Diminui a retenção de líquidos
O chá de abacaxi pode ser usado como chá para emagrecer pois ajuda a diminuir a retenção de líquidos e melhora o funcionamento do intestino, ajudando na digestão. Ele é feito com a casca do abacaxi, e pode ter seu resultado potencializado se for usado com outros ingredientes, como canela ou gengibre, que são termogênicos.

Chá de amora – Ajuda na digestão
Feitos com a folha de amora verde ou seca, graças às fibras e leveduras presentes em suas folhas, esse chá facilita a digestão e melhora o funcionamento do intestino, e pode te ajudar a perder até 1,5kg em uma semana. Além disso, o chá de amora ajuda a aliviar as cólicas e atenuar os sintomas da TPM.

Chá de gengibre – Ajuda a desintoxicar o organismo
Além de ser muito usado em casos de resfriados e gripe, o gengibre também é um grande aliado da perda de peso. Ele desintoxica nosso organismo, ajuda o sistema digestivo, age como bactericida, e traz benefícios à circulação sanguínea e à respiração. Por sua ação termogênica, faz com que haja um aumento do calor corporal, potencializando o gasto calórico, acelerando o metabolismo e otimizando a queima de gorduras.

Chá de hibisco – Ajuda na queima de gorduras
O chá de hibisco também um queridinho para a perda de peso. Além de ser diurético, impedindo a retenção de líquidos, ele é digestivo, ajuda na queima de gorduras e ajuda a controlar o colesterol. Ainda, ele possui propriedades de um laxante suave, o que ajuda o organismo a expurgar aquilo que é ruim e aproveitar melhor vitaminas e nutrientes, levando também à perda de peso.

Chá de canela – Acelera o metabolismo
Também com ação termogênica, o chá de canela, além de acelerar o metabolismo, aumentar a queima de calorias e promover quebras de moléculas de gordura, ainda ajuda a controlar a insulina no sangue e desacelera o metabolismo da glicose, impedindo o armazenamento de gorduras localizadas. Mulheres grávidas devem evitar o chá de canela, pois ele é tido como um chá abortivo.

Existem dois tipos de canelas, a falsa e a verdadeira. A mais comum de se encontrar no mercado, é a canela cássia, a falsa. A canela verdadeira, conhecida como canela-do-ceilão ou canela-da-índia, vem da planta Cinnammomum zeylanicum. A canela cássia, proveniente da china, é de outra espécie, a Cinnammomum cassia.

O que difere uma canela da outra é a cumarina, que tem propriedades anticoagulantes intensas. Como nosso sangue precisa manter a capacidade de coagulação, sua ingestão de forma excessiva e por períodos longos pode gerar riscos à saúde. Na canela verdadeira, os níveis de cumarina são baixinhos, enquanto na canela cássia os níveis são bem maiores.

Além disso, a diferença do gosto é perceptível: a canela verdadeira possui um sabor e um aroma mais intenso e complexo, com um toque de cravo, e é mais delicada, com camadas mais finas que se partem com facilidade. Para dietas e regimes, use a canela-de-ceilão.

Chás diuréticos
Chá branco
Assim como o chá verde, o chá branco também contribui para o emagrecimento. Mas o forte potencial diurético e antioxidante do chá branco coloca ele à frente do chá verde, já que ele ajuda a reduzir os inchaços do corpo ao fazer o organismo eliminar líquidos.

E ainda mais incrível é que suas propriedades antioxidantes (mais fortes do que no chá verde ou preto), ajudam a prevenir o envelhecimento precoce por doenças degenerativas. Ele é colhido ainda broto, e acaba não passando por um processamento que elimina parte dos antioxidantes naturais da planta.

Quer mais razões para tomar o chá branco? Ele auxilia na digestão, previne cáries, problemas cardiovasculares e protege a pele dos efeitos nocivos do sol. Acima de tudo, ele tem um sabor adocicado que é bem mais agradável ao paladar do que os chás preto e verde, que são mais amargos.

Chá preto
O chá preto possui cinco propriedades fundamentais (e incríveis): ele é antioxidante, adstringente, reconfortante, estimulante e, claro, diurético. Ou seja, além de te ajudar na eliminação de líquidos, o que é benéfico não só para quem quer emagrecer, ele ainda fornece diversos outros benefícios, como te dar mais energia, prevenir o envelhecimento e te ajudar a combater diarreias e gastrites.

Mas atenção: o chá preto não é recomendado à noite, por causa da teína (similar à cafeína) presente nele. O ideal é que ele seja consumido pela manhã, por exemplo, ou após as refeições do café ou almoço.

Chá de folha de dente-de-leão
O chá de dente-de-leão é usado na medicina oriental há anos. Suas raízes e flores são usadas para outros objetivos, mas as folhas dessa planta possuem efeito diurético. E ele ajuda também no tratamento de cistites e infecções urinárias, e por ser rico em potássio, não diminui a concentração do mineral no organismo (o que ocorre com muitos remédios diuréticos)!

Chá de salsa
Além de ser usada como tempero, a salsa também pode possui efeito diurético, e vitaminas K, A e C, além de enxofre e ferro. Por causa do efeito diurético, é um chá que pode ser usado para auxiliar no objetivo de emagrecimento, e claro, para pedras nos rins, pedras na vesícula e icterícia. Dica: o chá feito com folhas frescas oferece mais benefícios que o chá feito com as folhas secas!

Chás para resfriados ou gripes
Chá de limão
Ele não costuma ser usado sozinho, mas é um ingrediente essencial em chás contra resfriados e gripes. Além disso, o limão limpa as toxinas existentes no sangue e na pele, tem grande capacidade energética, combate o mau hálito e ajuda na digestão de alimentos, principalmente após refeições pesadas. E isso não é tudo: ele contém antioxidantes com capacidades antibacterianas e antivirais.

Você pode misturá-lo com vários outros tipos de ervas e raízes. Para a gripe, por exemplo, um chá de limão, gengibre e mel é uma excelente opção, assim como um chá de limão e alho, que ajuda bastante também.

Chá de eucalipto
O eucalipto é uma erva usada para o tratamento de vários problemas de saúde, principalmente os que afetam o respiratório, como asma e rinite, por exemplo. O chá de eucalipto diminui a formação de muco nos brônquios, ajuda a combater a tosse e condições febris. Você pode usar o óleo de eucalipto, que também ajuda bastante para problemas respiratórios e outros, como dores musculares.

Chá de sabugueiro
Alguns dos benefícios do sabugueiro à nossa saúde: combate os radicais livres (eles estão associados ao envelhecimento, doenças cardíacas, câncer e derrame) por causa dos antioxidantes, melhora o nosso sistema imunológico porque é rico em Vitamina C e, claro, auxilia no tratamento de gripes e resfriados, febre, tosse, rinite e sintomas alérgicos.

Fique atento: as folhas de sabugueiro são tóxicas e podem causar reações alérgicas quando usadas frescas. Usa-se normalmente as flores para combater gripes e resfriados.

Chás calmantes e que ajudam a dormir
Chá de camomila
O chá de camomila já é um dos mais conhecidos calmantes naturais e é muito usado para melhorar a qualidade do sono, por causa de sua ação calmante e relaxante, que ajuda a acabar com a insônia. E ele ainda pode ser usado para várias outras coisas: amenizar dores musculares, inflamações, gripes, problemas de digestão e cólicas menstruais e dos bebês.

Chá de lavanda
A lavanda já é uma queridinha dos cosméticos, e seu cheirinho característico é bastante conhecido também. O chá de lavanda promove a sensação de relaxamento e alivia o estresse, levando a uma noite de sono mais tranquila. E ele ainda é usado para combater dores de cabeça, febres, doenças respiratórias e problemas do intestino e estômago.

Chá de valeriana
Assim como os outros dois chás acima, o chá de valeriana é usado para garantir uma noite de sono mais tranquila, pois funciona como um ótimo relaxante e ajuda no combate à ansiedade. E a planta tem outros benefícios incríveis: combate à enxaqueca e problemas do intestino e estômago, ameniza sintomas da menopausa e possui ação cicatrizante.

Chá de maracujá
Assim como é o caso da camomila, o maracujá também já é conhecido por seu famoso efeito calmante. E na forma de chá, ele ainda ajuda a combater a insônia. Tem mais! Para quem quer unir o útil ao agradável, o chá de maracujá também ajuda no emagrecimento, combate o inchaço (ele é diurético!) e controla o colesterol!

Chá de erva cidreira
Também conhecido como chá de melissa, esse chá possui ação calmante, o que ajuda a ter uma boa e tranquila noite de sono. E além de combater a insônia, esse chá (que é bem gostoso) age no combate à celulite, acne, dor de cabeça, problemas menstruais e gástricos, náuseas, gripes e resfriados, alergias e inflamações! Bem completo, não é mesmo?

Chás para TPM e cólicas
Chá de vitex
A planta vitex ficou popular e conhecida por amenizar os sintomas da TPM, mas também ajuda no tratamento de doenças de origem psicológica, como depressão, ansiedade, insônia, hiperatividade e síndrome do pânico, e promove uma limpeza no organismo que a torna uma ótima opção para tratar cistites, cálculos renais e infecções.

Para mulheres, a planta ainda é indicada para tratar de ovários policísticos, distúrbios menstruais, menopausa e infertilidade. Isso porque essa planta possui propriedades incríveis, sendo algumas delas: anti-inflamatória, calmante, antiestrogênica e antiespasmódica (essa é a propriedade que previne espasmos no útero e, consequentemente, ajuda a combater a cólica).

Chá de calêndula
Além de ser uma planta maravilhosa, a calêndula possui propriedades anti-inflamatórias, esteróis que auxiliam no equilíbrio hormonal feminino e propriedades antiespasmódicas que, como eu falei acima, previnem os espasmos no útero, ajudando a combater a cólica. Além disso, a planta ainda é cicatrizante, calmante, analgésica e anestésica.

Leia também: Phytophen funciona

Chá de orégano
Esqueça o orégano nas pizzas! O chá de orégano possui diversas propriedades medicinais e vai se tornar um queridinho. Seu uso ajuda a combater doenças de pulmão, tosse, dores musculares, indigestão, dores articulares e até dores de dente.

Leia também: o que é Kombucha

E por causa de um agente estrogênico, ele ajuda reduzir as dores menstruais e todos os sintomas chatos da TPM. Tem mais: ele é antioxidante, e ajuda a prevenir o envelhecimento da pele e dos órgãos do corpo, e é diurético, diminuindo a retenção de líquidos.

Chá de folha de framboesa
O chá de folha de framboesa, além de muito saboroso, é usado para aliviar as cólicas menstruais, prevenir o câncer de cólon e outros tipos, e é um dos mais populares chás para fertilidade. Ele age fortalecendo o útero, prologando a fase lútea (a fase que vem depois da ovulação no ciclo menstrual) e contribui para a espessura adequada do endométrio, prevenindo abortos espontâneos. Por causa de seus diversos minerais e vitaminas, ajuda no fortalecimento e tonificação do útero.

Leia também: comprar Kifina

Bem, é isso! Espero que você tenha gostado de conferir essas dicas sobre chás e suas propriedades medicinais! Os chás já são usados há milhares de anos, principalmente na medicina ocidental, e estão virando queridinhos aqui no Brasil também! Lembre-se de que é sempre importante checar com o seu médico ou sua nutricionista as dosagens dos chás e as contraindicações de cada um deles!

Como emagrecer de forma saudável no século XXI?

Atualmente, é muito comum que as pessoas busquem por profissionais especialistas em emagrecimento e saúde: clínicas de estética, Nutricionistas, Endocrinologistas, Gastroenterologistas etc. A busca pelo corpo perfeito tornou-se uma febre mundial e uma de nossas maiores dificuldades enquanto profissionais é mostrar à sociedade a nossa importância e a importância do emagrecimento saudável.

O advento da cirurgia bariátrica, por exemplo, faz com que pessoas obesas depositem suas esperanças na perda de peso rápida (infelizmente). Mas esse tipo de emagrecimento – assim como outras técnicas encontradas como as dietas da moda – pode não ser saudável (lembrando que cada organismo responde de uma forma e que cada ser é individualizado, com suas características bioquímicas e fisiológicas intrínsecas, as quais devemos respeitar e zelar).

Em estudo conduzido por HAUSER, BENETTI & REBELO (2004), a obesidade é um grave problema de saúde pública, principalmente por estar associada a diversas comorbidades (eventos cardiovasculares, articulares, pulmonares, gástricos, dentre outros), mesmo não representando, isoladamente, grande causa de morte. Para tanto, tendo em vista a prevenção desse problema e, consequentemente, das comorbidades, os autores sugerem que os indivíduos devem recorrer a mudanças no estilo de vida (como reeducação alimentar, por exemplo) e à inserção de exercícios físicos em sua rotina diária.

SANTOS (2010), em pesquisa realizada acerca do comer contemporâneo (da dieta à reeducação alimentar) e sua representatividade na internet, informa que é importante nos alimentarmos com base em três pilares básicos:

1) ESTÍMULO & MOTIVAÇÃO: Compreende o apoio psicológico necessário ao estímulo do indivíduo em se alimentar adequadamente, bem como o marketing utilizado para isso;

2) COMER DE TUDO: Comer moderadamente para inserir todos os alimentos nas refeições, a fim de nos alimentarmos com prazer;

3) SEM PASSAR FOME: Aprender a controlar o apetite e comer nos horários adequados.

De maneira mais clara e consistente, a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade (ABESO apud SANTOS, 2010), cita o seguinte: “Quando você entra em regime alimentar, há sempre a implicação de que, cedo ou tarde, irá terminá-lo. Se você fizer isso, pode ter certeza que sua gordura voltará e, geralmente, uns quilinhos a mais de bônus. É claro que regimes são extremamente chatos e não se adequam ao dia a dia. Ao invés de tentar um regime severo e chato por toda a vida, que tal mudar seus hábitos alimentares e dar início à REEDUCAÇÃO ALIMENTAR? As imprudentes dietas ditadas pela moda falham quase sempre. Por isso, emagrecer de uma maneira natural é a melhor e mais segura alternativa hoje”.

O que podemos observar nos dias atuais, é que se tornou moda falar de alimentação e nutrição e, por isso, temos inúmeros sites falando a respeito. Muitos deles, ainda conforme abordado por SANTOS (2010), veiculam que emagrecer de forma saudável, equilibrada e natural, através da adoção de novos hábitos alimentares, é a melhor opção, na qual aborda os três pilares do comer contemporâneo descritos acima. Entretanto, é de suma importância que nós, seres humanos, eduquemos nossos desejos, a ansiedade e a compulsão por comer e isso é um aprendizado permanente. Com base neste foco, atingimos o objetivo de emagrecer com qualidade, saúde e segurança, participando ativamente da vida social que nos cerca, com maior propensão de sermos feliz, elevando-se a autoestima e vivendo-se em harmonia com o próprio corpo.

Leia também: Dietas de emergência funcionam

Considerando o exposto, uma técnica muito importante e, talvez, pouco ou não conhecida dentre os Nutricionistas, é a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC). Esta é uma área de especialização da Psicologia, mais precisamente, porém outros profissionais como os Nutricionistas, por exemplo, podem fazer. A TCC é uma técnica que aborda métodos inteligentes para a mudança de hábitos alimentares (neste contexto), considerando-se o homem em sua totalidade, capaz de modificar sua vida em detrimento de seus objetivos.

Leia também: comprar Kifina

Leia também: Phytophen é bom

Em estudo delineado por NEUFELD, MOREIRA & XAVIER (2012), acerca da TCC em grupos de emagrecimento, é válido informar que esta técnica foi bastante eficaz nos 10 grupos de emagrecimento em que foi aplicada (cada grupo com 05 participantes, totalizando 50 indivíduos). O tratamento teve duração de 03 meses, quando foram realizados 12 encontros. Ao final, os resultados obtidos foram muito interessantes, relevantes e positivos: houve melhora clínica no que tange às dificuldades interpessoais, ao grau de adaptação social, à autoestima, aos níveis de ansiedade, ao sentimento de bem estar, à diminuição da compulsão alimentar e, obviamente, redução objetiva do peso.

Portanto, a TCC é uma técnica que pode levar em consideração os três pilares do comer contemporâneo abordado nesta publicação, tornando mais fácil a adesão de pessoas obesas (e até mesmo acometidas por transtornos alimentares, mesmo não sendo obesas) à reeducação alimentar.

Em suma, é fundamental que indivíduos obesos busquem por apoio profissional o quanto antes, com o intuito de regredirem seu problema, culminando em aumento da autoestima, conhecimento e prática do prazer em se alimentar de forma saudável e do prazer em se relacionar com outras pessoas sem culpa e convictos de que fazem parte no mesmo nicho social. Contudo, o NUTRICIONISTA e o PSICÓLOGO são indispensáveis. Ambos devem trabalhar em conjunto para que os resultados sejam mais realistas e positivos.
REFERÊNCIAS:

10 FARINHAS SAUDÁVEIS PARA INCLUIR NA DIETA

Conheça os benefícios desses ingredientes e os preparos em que eles se encaixam melhorPOR

Quando o assunto é saúde, a farinha de trigo branca deixa a desejar. Pobre em nutrientes e com alto índice glicêmico, o ingrediente se compara ao açúcar – seu consumo em excesso favorece o ganho de peso e, por consequência, pode ser um pontapé e tanto para o desenvolvimento de diabetes.

O alimento ainda é um vilão para quem sofre com prisão de ventre, já que pode agravar a situação. Uma boa opção para fugir desses problemas e ter uma alimentação mais saudável é substituir o ingrediente por outros mais nutritivos. Conheça os benefícios de algumas farinhas alternativas e saiba em quais receitas elas se encaixam melhor.

Farinha de amêndoas
É indicada para o preparo de bolos e biscoitos. Rica em vitamina E (30 g possui cerca de 35% da quantidade diária indicada), a farinha auxilia no combate aos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce. “Fonte de gorduras boas e com alto poder antioxidante, o ingrediente protege o coração e a pele. Ela ainda aumenta o poder de saciedade das preparações”, garante Flavia Melo Pontieri, professora do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera de Anápolis (GO).

Farinha de aveia
Pode ser usada no preparo de bolos, pães e biscoitos, substituindo perfeitamente o trigo. O ingrediente é rico em fibras, que auxiliam o bom funcionamento do intestino, além do controle do colesterol. A aveia ainda é excelente para os diabéticos, já que ajuda absorver o açúcar do sangue, mantendo a glicemia sob controle. Algumas farinhas de aveia contêm glúten. Por isso, celíacos devem ficar atentos antes de consumi-la.

Farinha de arroz
Pães, tortas, biscoitos, massa de macarrão… Todas essas opções podem ser preparadas com a farinha de arroz. “O ingrediente é fonte de proteínas vegetais, de carboidratos complexos e de fibras”, afirma Flávia. As proteínas ajudam na recuperação muscular; os carboidratos complexos liberam energia lentamente e não geram um pico no índice glicêmico; já as fibras controlam o colesterol, além de favorecer o bom funcionamento do intestino.

Farinha de linhaça
Ideal para acrescentar em sucos, vitaminas e até no feijão. Ela também pode ser adicionada em preparos como pães, biscoitos e bolos. Nesses casos, o ideal é misturá-la com outra farinha, como a de aveia. Em relação aos benefícios, ela é conhecida, em especial, por ser fonte de ômega 3, uma gordura boa que auxilia na diminuição do colesterol e, por consequência, na saúde do coração. O ingrediente também ajuda a minimizar dores pós-treino.

Farinha de soja
Excelente para substituir a farinha de trigo em preparos como massas, molhos, pizzas, bolos ou tortas. A farinha tem gosto neutro, não alterando o sabor das receitas. Para as corredoras, o ingrediente oferece um benefício especial: “Por ser fonte de proteínas e fitoestrógenos, ela auxilia na resposta hormonal de mulheres próximas à menopausa”, ressalta a nutricionista.

Farinha de quinoa
Diferente das farinhas de aveia, arroz e linhaça, por exemplo, a de quinoa tem um sabor mais acentuado. Por isso, quem não está habituado com o gosto do alimento, o ideal é fazer substituições graduais: se a receita pede 2 xícaras de farinha de trigo, experimente colocar 1 e ½ da farinha de sua preferência e ½ de quinoa. Assim, é mais fácil se acostumar ao sabor. O alimento é uma ótima opção para quem corre, já que é fonte de proteínas, importantes para a regeneração muscular. As fibras, por sua vez, mantêm a sensação de saciedade por mais tempo, facilitando o processo de emagrecimento.

Leia também: Phytophen Anvisa

Farinha de chia
“Rica em vitaminas e minerais e pobre em gordura, a chia auxilia na perda de peso, no controle de colesterol e do diabetes. Pode ser usada em vitaminas, sucos, bolos, tortas e várias outras preparações. Deve ser triturada antes de utilizada, e também hidratada, para aumentar o seu aproveitamento”, recomenda Flávia.

Farinha de berinjela
Vitaminas, bolos, pães… A farinha de berinjela pode substituir a versão de trigo sem problemas. O alimento possui baixo valor calórico e alto teor nutricional. Por ser rico em fibras, promove o aumento da saciedade, melhora o controle do diabetes e do colesterol e ajuda na manutenção do peso.

Leia também: comprar Farinha seca barriga

Farinha de tapioca
Ótima para preparo de bolos, biscoitos e tapioca, é claro. “Rica em carboidratos, é uma boa fonte de energia, para antes ou depois do treino. Mas não deve ser consumida isoladamente, pois sua digestão é rápida e pode causar fome rapidamente”, alerta a nutricionista.

Farinha de banana-verde
Fonte de amido resistente – que não é absorvido pelo intestino –, auxilia no funcionamento intestinal, colaborando assim para o controle do peso, do diabetes e do colesterol. O ingrediente vai bem como complemento de pães, tortas e adicionada em sucos e vitaminas. Ou seja, você precisa usar outra farinha como base da receita.

Os 4 Melhores Remédios para Emagrecer (O 3º É Meu Preferido)

Os 4 Melhores Remédios para Emagrecer (O 3º É Meu Preferido)

Oi Gente 🙂

Hoje quero fazer esse post dedicado as Amigas e Mulheres que querem emagrecer! A gente sabe que esse é um processo difícil, a gente faz de tudo e tal… e é difícil ter resultado!

Hoje quero contar um segredinho, e falar sobre alguns veneninhos remédios para emagrecer rápido.

Antes, preciso deixar claro que o que falo aqui é relativo a minha experiência, eu não sou médica nem recomendo que você tome!

SIBUTRAMINA
A Sibutramina é um medicamento controlado que vem sendo utilizado pelas mulheres que querem perder peso.

Sua ação original é a de agir como antidepressivo. Um dos seus efeitos colaterais é o emagrecimento, uma vez que ela inibe o apetite.

No entanto, não são todas as pessoas que sentem esses efeitos. Quem se adapta bem ao medicamento, emagrece bastante.

PONTOS POSITIVOS
Inibição do apetite;
Supressão da vontade de comer “besteiras”;
Medicamento referenciado na literatura científica;
Perda de peso agressiva.
PONTOS NEGATIVOS
Possível depressão ao parar de tomar;
Nem todo mundo se adapta ao medicamento;
Desânimo/falta de energia enquanto está tomando;
Precisa de receita médica.
Saber Mais
FEMPROPOREX
Femproporex é uma anfetamina extremamente agressiva, que deixa as mulheres totalmente agitadas.

Ela faz perder peso sim, mas seus colaterais são preocupantes. Há relatos de pessoas que chegaram a ter febre de 42 graus com o uso dele.

Mesmo assim, ele se mostra ainda mais potente que a Sibutramina.

PONTOS POSITIVOS
Inibição do apetite;
Agitação e vontade de fazer as coisas;
Alta queima calórica;
Metabolismo acelerado;
Redução do sono;
Queima de gordura teimosa.
PONTOS NEGATIVOS
Risco de ficar viciado;
Possibilidade de febres prolongadas;
Risco de problemas cardíacos e infarto;
Agitação Excessiva;

Leia também: Phytophen emagrece

Eu gosto muito dele porque ele traz o melhor da natureza em cápsulas, formulações potentes que ajudam a emagrecer rápido.

Em sua fórmula, encontram-se mais de 8 extratos de plantas e frutas, comprovadamente emagrecedoras, e a utilização não traz nenhum efeito colateral.

Embora eu não recomende tomar nenhum dos mencionados acima, esse eu sei que faz o seu papel sem efeitos colaterais 🙂

PONTOS POSITIVOS
Inibição moderada do apetite;
Ânimo e disposição;
Aceleração metabólica;
Perda de gordura;
Melhoria do sistema imunológico;
Seguro e testado;
Garantia 30 dias;
Usado por Celebridades;
Redução da Celulite.
PONTOS NEGATIVOS
Preço um pouquinho maior;
Excesso de disposição;
Cápsula com gosto de uva;
Não é vendido em farmácias.
Saber Mais
.
Observação: algumas leitoras têm me feito perguntas sobre o SlimLife, onde comprar e como funciona a garantia. É assim: você tem 30 dias para usar, se por qualquer motivo não gostar, pode pedir seu dinheiro de volta 🙂

Leia também: Kifina funciona

GOJI DIET
O Goji Diet é outro remédio natural para emagrecer. Ele é composto de extrato bagas de goji, a famosa frutinha.

Além de fazer bem, ele também traz benefícios na hora de emagrecer, ajudando a eliminar gordura.

Não é tããão potente quanto os demais aqui citados, mas cumpre seu papel. Eu já tomei e posso afirmar que é bom e também dá uma boa disposição.

Ele também dá uma garantia de 30 dias!

PONTOS POSITIVOS
Ânimo e disposição;
Aceleração metabólica;
Perda de gordura;
Fatores Antioxidantes;
Potencializador de Emagrecimento.
PONTOS NEGATIVOS
Preço acima do mercado;
Demora de até 15 dias para chegar;
Um pouco menos potente que Slim Life.
Saber Mais
ACOMPANHA BULA?
No Brasil existem regulamentações de órgãos governamentais tais como a ANVISA por exemplo, que proibi por lei a venda de fármacos sem acompanhar a bula.

Por que? Bem simples, tal lei foi aprovada devido a composição da maioria dos remédios causar danos graves a saúde física ou mental do consumidor se utilizado de maneira incorreta.

Leia também: Comprimido para emagrecer anvisa

Tendo isso em mente, logo consideramos que suplementos naturais não tem bula, e é verdade. Mas não fique preocupado (a), pensando em você seus desenvolvedores disponibilizam instruções junto ao frasco.

Caso tenha restado alguma dúvida sobre os 4 melhores remédios para emagrecer, compartilha com a gente aqui..

CONCLUSÃO
Acho que é isso, gente! Falei dos principais e também dos que eu mais gosto. Para quem quer saber mais sobre qualquer um dele, deixe nos comentários 🙂

Emagrecedor Natural Woman Sek – Composição Benefícios Preço

Emagrecedor Natural Woman Sek – Composição Benefícios Preço

É comum encontrar pessoas que tem muita dificuldade para emagrecer, devido a problemas genéticos de tireoide, uso de corticoide, físicos ou mesmo porque não conseguem seguir dietas e praticar atividades físicas.

Se você é uma destas pessoas, o Woman Sek funciona é o produto emagrecedor que você precisava. Composto de produtos naturais, que conseguem acelerar o seu metabolismo e assim queimar gordura sem prejudicar sua saúde.

Ele contém todos os ingredientes de um Detox eficaz compactados em cápsulas, que facilitam o seu dia a dia.

Tomando apenas 2 cápsulas por dia, já é possível notar mudanças em seu corpo em poucas semanas.

Clique aqui para comprar >>>

Como age o Woman Sek?
Segundo o que informa os fabricantes, o Woman Sek é um suplemento que atua no corpo derretendo a gordura acumulada nos tecidos, celulites e pneuzinhos. Fazendo com que você emagreça.

Confira também:
Quitoplan Funciona? Onde Comprar Quitoplan? Quanto Custa o Quitoplan?

Leia também: Kifina Anvisa

Qual a Fórmula do Woman Sek?
o Woman Sek é composto por diversos elementos naturais que aceleram o metabolismo e queimam gordura. Confira:

Quitosana – Este ingrediente não deixa o organismo absorver a gordura que ingerimos nas refeições.
Colina – A Colina ajuda a regular o metabolismo da gordura no organismo.
Cromo – O cromo causa uma sensação de saciedade, fazendo você sentir menos fome.
Zinco – Ajuda a melhorar o sistema imunológico.
Selênio – Impede a formação de coágulos e também proteger o coração.
A recomendação é de que consuma duas cápsulas por dia. 1 cápsula antes do almoço e outra antes do jantar.

Benefícios e efeitos colaterais de usar o Woman Sek
O Woman Sek é capaz de trazer diversos benefícios para quem o consome. Confira alguns deles.

Leia também: Phytophen funciona

Emagreça sem fazer atividades físicas.
Resultados em poucas semanas.
É um emagrecedor natural, por isso não tem efeitos colaterais, mas não deve ser utilizado durante a gravidez e lactação.
Acelere seu metabolismo e emagreça até mesmo enquanto dorme.
Este complemento é autenticado e também recomendado por especialistas.
Confira o resultado antes e depois do Woman Sek

Quanto custa o Woman Sek?

>

Conclusões
O Woman Sek é um emagrecedor eficaz para emagrecer, no entanto a prática de atividades físicas e uma dieta balanceada é essencial para uma boa saúde e não deve ser deixada de lado.

Gostou do artigo Emagrecedor Natural Woman Sek – Composição Benefícios Preço? Ainda tem dúvidas sobre o Woman Sek? Então deixe um comentário abaixo.