O SOL CLAREIA AS ESTRIAS E MELHORA A CELULITE?

O SOL CLAREIA AS ESTRIAS E MELHORA A CELULITE?

Descubra se o sol melhora ou piora as estrias e a celulite! (Foto: Shutterstock)Dermatologista explica que o sol não tem o poder de clarear as estrias ou diminuir as celulites. Entenda! (Foto: Shutterstock) O sol na pele desprotegida pode agravar ainda mais as estrias e as celulites (Foto: Shutterstock) O sol na pele desprotegida pode agravar ainda mais as estrias e as celulites (Foto: Shutterstock)
instagram
MAIS INSPIRAÇÕES
Descubra se o sol melhora ou piora as estrias e a celulite! (Foto: Shutterstock)
Descubra se o sol melhora ou piora as estrias e a celulite! (Foto: Shutterstock)Dermatologista explica que o sol não tem o poder de clarear as estrias ou diminuir as celulites. Entenda! (Foto: Shutterstock) O sol na pele desprotegida pode agravar ainda mais as estrias e as celulites (Foto: Shutterstock)

Saiba mais: Estrifree preço

Quando chega o verão, a preocupação com as estrias e com as celulites costumam aumentar, e muito! Os furinhos nas nádegas e nas pernas, e as linhas brancas ou avermelhadas em várias partes do corpo costumam incomodar as mulheres, principalmente na hora de tomar sol. Ao mesmo tempo em que surge a preocupação em exibir o corpo na praia ou na piscina, há quem diga de que o sol pode clarear as estrias e diminuir as celulites, mas a dermatologista Tatiana Matos já garante que esta é uma crença que não é verdadeira. “O bronzeado escurece, deixa a pele mais bonita e tira o foco das imperfeições”, revelou a especialista.

DERMATOLOGISTA EXPLICA QUE ESTRIAS E CELULITES NÃO MELHORAM COM O SOL
O motivo do surgimento das estrias é o estiramento da derme. “Sim, a estrutura que está abaixo da pele, músculo e gordura, por exemplo, cresce muito rápido e a pele não consegue acompanhar. Então, ela rasga”, explicou a dermatologista Tatiana Matos. Ou seja, a pequena faixa branca na cútis é resultado da cútis ter sido esticada, por isso não pode ser souicionada com a exposição solar.

Já as celulites, segundo a especialista, acontecem porque a pele inflama e a drenagem linfática fica comprometida. Sendo assim, a imperfeição também passa longem de ser solucionada definitivamente com o bronzeado. “Além disso, há alteração na microcirculação da pele, as células ficam enrijecidas e ocorre fibrose na derme”, explicou. Por isso, os raios solares não têm nenhum efeito sobre esses contratempos. “O que acontece é que, algumas vezes, o aspecto bronzeado pode disfarçar a aparência de imperfeições de pele, de uma forma geral”, ressaltou.

SOL PODE CAUSAR EFEITO OPOSTO E AGRAVAR APARÊNCIA DAS ESTRIAS E DAS CELULITES
É preciso ter cuidado ainda ao adotar a exposição solar como método para disfarçar tais problemas de pele, pois o ato pode ter um efeito indesejado. Para o time de mulheres que costuma pegar sol sem proteção solar, a dermatologista Tatiana Matos alerta: “O sol vai destruindo o colágeno e leva a aumento da flacidez, que agrava tanto a estria, que fica mais larga, quanto as celulites, que vão ficando maiores”, explicou.

Segundo ela, o sol tem um efeito a longo prazo por agir direto na epiderme e na derme, piorando a aparência das estrias por causa da flacidez que poderá ser adquirida depois de um tempo. Assim, aplicar protetor solar nas áreas do corpo onde se encontram esses fatores é essencial para não piorar o aspecto, mas o item também é importante nas partes do corpo sem estrias ou celulites, para evitar manchas, queimaduras e rugas.

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E EXERCÍCIOS FÍSICOS AJUDAM A EXTERMINAR AS CELULITES
Para quem quer acabar com as estrias e com as celulites, tomar sol não é o mais indicado, e a dermatologista indica métodos e tratamentos seguros nas clínicas dermatológicas. “Para as estrias, indico uso de ácidos, laser de CO2 fracionado, microagulhamento e carboxiterapia. Combinar terapia é o ideal!”, garantiu Tatiana. Já para as celulites, segundo ela, o mais importante é ter uma alimentação saudável e praticar exercícios regularmente. “Na clínica, eu indico drenagem linfática, Mesoterapia, radiofrequência, preenchimento com ácido polilático e subscisão, para desfazer a fibrose”, recomendou.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *